1. Significado do termo LUTS:

Mão

O termo “Sintomas do Trato Urinário Inferior” (do inglês Lower Urinary Tract Symptoms - LUTS) compreende vários tipos de sintomas que são classificados pela International Continence Society (ICS) como de armazenamento (aumento da frequência miccional, noctúria, urgência, urge-incontinência, incontinência de esforço), esvaziamento (jato fraco, jato espalhado, esforço miccional, intermitência, hesitação, gotejamento terminal) e pós-miccional (esvaziamento incompleto e gotejamento pós-miccional)1.

2. Mapa com população:

O estudo Brasil LUTS foi o primeiro estudo epidemiológico sobre LUTS representativo da população brasileira3. Foram avaliados5.184 homens e mulheres com idade superior a 40 anos, de cinco regiões geográficas do país.

Mapa

3. Prevalência dos sintomas entre homens e mulheres:

A prevalência de LUTS entre os homens foi de 40% e, entre as mulheres, de 59%.

Homens 40% - Mulheres 59%

Os sintomas de armazenamento foram os mais prevalentes, sendo frequência e noctúria os mais frequentes.

Prevalência dos sintomas1*

Armazenamento

Alguns dos sintomas: vontade constante de ir ao banheiro (mais de 8 vezes por dia); acordar muitas vezes para fazer xixi; desejo súbito de urinar, difícil de adiar; perda de xixi.

29,4%
53,5%

Esvaziamento

Alguns dos sintomas: xixi fraco ou espalhado; fazer força para esvaziar a bexiga; gotejamento (nas roupas íntimas).

22,4%
18,6%

Pós-miccional

Alguns dos sintomas: sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

10,3%
10,0%

A coexistência de sintomas de armazenamento, esvaziamento e/ou pós-miccional foi muito frequente, acometendo 40,5% dos homens que reportaram LUTS.

4. Impacto na qualidade de vida:

Os LUTS afetam significativamente a qualidade de vida das pessoas2:

5. Insatisfação com tratamento:

Apesar do significativo impacto dos LUTS na qualidade de vida, somente 30,6% dos homens e 36,8% das mulheres relataram ter procurado tratamento.

Com LUTS, procuram por tratamento
30,6%
36,8%
com LUTS, recebem tratamento
22,3%
28,4%
com LUTS, ficam insatisfeitos com o tratamento
30,5%
28,1%

Sintomas de armazenamento são mais prevalentes e estão entre os que mais incomodam os pacientes.

Entre homens

A insatisfação esteve associada ao aumento de frequência miccional e de urgeincontinência.

Entre mulheres

Aumento da frequência miccional, urgeincontinência e esvaziamento incompleto associaram-se à insatisfação com o tratamento.

Referências:
  1. Soler R et al. The prevalence of lower urinary tract symptoms (LUTS) in Brazil: Results f rom the epidemiology of LUTS (Brazil LUTS) study. Neurourol Urodyn. 2018;37(4):1356–1364.
  2. Soler R et al. Impact of LUTS on treatment-related behaviors and quality of life: A population-based study in Brazil. Neurourol Urodyn. 2019;38(6):1579–1587.